Será entregue após 14 de dezembro

 

Sinopse: Ela aprendeu a ler e a escrever aos 51 anos. Maria da Conceição Paulo, a Pretinha, hoje com 76 anos, preocupou-se primeiro em educar os filhos para, só então, investir em si mesma. 

Pretinha, integrante do grupo Meninas de Sinhá, apaixonou-se pela poesia e passou a escrever a própria vida, em versos, num caderno espiral cujos primeiros textos datam de 2005. 
 

“Para uma menina que andou a vida inteira de pé no chão, hoje escrever alguma coisa e alguém poder falar ‘é a Pretinha escrevendo’ é uma coisa maravilhosa”, diz a poeta. No livro de Pretinha, a voz da consciência negra vem de poemas como “Lembrança”: “Não temos mais donos/somos nossos próprios donos” e em “A raiz dos negros”: “Debaixo da chibatada, eles choravam e cantavam as suas culturas/Que beleza as plantações/E as negras criavam os filhos dos patrões”.  Mas o livro de Pretinha fala muito de amor, amizade, paz e do lado bom da vida.

Jardim de Rosa- Palavra

R$39,00Preço

    © 2017 Páginas Editora