Sinopse: Como a morte voluntária veio a se tornar suicídio? Essa é a pergunta que o livro procura responder, ao escavar as profundezas da tradição que transformou um modo de morrer em um modo de matar. A ideia de suicídio, saibamos ou não, evoca a ideia de assassinato, de homicídio. Como aquilo que os estoicos chamaram de saída racional tornou-se um crime moralmente inafiançável? Neste primeiro volume, toda uma tradição greco-romana e cristã é colocada sob investigação, não para responder questões históricas, no entanto, mas para dar pistas ao nosso tempo no desafio de se colocar em questão. A diversidade linguística da antiguidade que expressava a morte voluntária foi substituída pela ideia de suicídio.

 

Este volume precede o exame da modernidade, que será estudada no Livro 2, tomando como objeto a reintrodução na cultura da ideia de melancolia e outros assuntos, como a confiscação dos cadáveres dos suicidas pelos alienistas franceses e o suicídio entre os escravos no Brasil. No Livro 3, será examinada a nossa contemporaneidade: o domínio da psiquiatria, as campanhas do setembro amarelo, a relação da mídia com o suicídio e a questão da pandemia do coronavírus.

 

Dimensões: 15 x 22

Nº de paginas: 348 páginas

História do Suicídio - Volume 1

R$49,00Preço

    © 2017 Páginas Editora