© 2017 Páginas Editora

Nesta terceira obra, com seu belo título, Conjugação de silêncios, o poeta parece ter se refugiado em observações ainda mais fundas, colocando então seu estetoscópio para ouvir as diversas vozes do passado, do mundo distante e do presente. A gênese de sua poesia, já anunciada pelas incompletudes de seus livros anteriores [Revelações e Assédio das águas], aponta para a ligadura entre o olhar do poeta e as coisas atravessadas pelo tempo. A concretude de um prédio em ruínas, suas lacunas e a argamassa com que a memória reboca as paredes vistas ou lembradas inventam um fenômeno novo, como nos poemas “O peso das coisas” e “Outras rupturas”.
A poesia de Luiz Furtado, neste livro, habita ausências explícitas de que se compõe o homem.

93 páginas.

Conjugação de Silêncios

R$38,00Preço