© 2017 Páginas Editora

- Leida Reis -

Editora Chefe da Páginas

 

Leida Reis é natural de Patrocínio (MG) e por 26 anos atuou como jornalista em importantes redações brasileiras. 

Em 1991, aos 25 anos, lançou o livro de contos "The Cães Amarelos". Em 2010 publicou pela Editora Record o romance policial "A Invenção do Crime". Publicou também "Quando os Bandidos Ouvem Vila Lobos" (2012), "O Livro de Cada Um" (2015) e seu primeiro livro infantil "As Árvores Invisíveis" (2018). Criou em 2016 a Páginas Editora. Mantém dois projetos sociais, O Clube do Livro Infantil Solidário (CLIS) e a Mercearioteca.

CONHEÇa OS LIVROS Da NOSSa EDITORa CHEFE

A Invenção do Crime

Publicado pela Editora Record em 2010, traz orelha assinada pelo escritor Moacyr Scliar.

Um traficante de armas na Líbia é excluído do esquema sem qualquer explicação. Um promotor, na Romênia, acaba afastado das investigações da morte de um poeta e, no Rio de Janeiro, alguém não consegue entrar em casa mesmo com a ajuda do chaveiro. Algo estranho também acontece em Angola. Quem está por trás de tudo é Herói, um homem que destrói pessoas sem nunca ter matado. Mas algo vai mudar nessa história.

Como Moacyr Scliar avisa na orelha, "vertiginoso, é o primeiro adjetivo que nos ocorre ao ler ‘A Invenção do Crime’. O que temos aqui é uma narrativa que flui veloz, e que o leitor acompanha de respiração suspensa. E o leitor tem de acompanhar esta narrativa, não pode dela tirar os olhos, porque a autora domina de forma soberba a arte de contar histórias."

 

A Invenção do Crime
ISBN 978-85-01-08813-0

Autora: Leida Reis

Gênero: Romance brasileiro

159 páginas

14 X 21 centímetros

R$ 38,00 (frete incluso)

Quando os bandidos ouvem Villa-Lobos

Trinta anos depois, um homem confessa um assassinato. A partir desse fato, a história retrocede até o Rio de Janeiro de 1959. Nesse período, quando o compositor Heitor Villa-Lobos está internado no Hospital dos Estrangeiros, um professor tenta plagiar obra do Poeta. Outros personagens, como o Maestro e a Escritora, transitam nesse universo, que compõe o romance "Quando os bandidos ouvem Villa-Lobos".

“É um romance policial, mas que também tem muito da arte, pois a história gravita em torno de grandes artistas”, comenta a autora. A história da música – da invenção da flauta até as grandes orquestras – aparece como pano de fundo. “A princípio o leitor pode pensar que ela está ali apenas para  ilustrar, mas a história da música faz parte do enredo, o que é revelado apenas na última página do livro”, continua ela.

Quando os Bandidos Ouvem Villa-Lobos”

ISBN 978-85-913420-1-3
Autora: Leida Reis.
Gênero: romance policial.
180 páginas.
15 x 21 centímetros.
R$ 23,00 (frete incluso)

O Livro de Cada Um

Esta edição celebra o pleno amadurecimento e reimprime o talento de Leida Reis. A obra é “como uma espécie particular de maravilha, de assombro e de absorvimento celebrado no interior das curtas e agudas narrativas elaboradas com inventividade, competência e apuro” – considera o escritor Carlos de Brito e Mello no prefácio.

A autora eleva a experiência da vida, a vida simples, com cotidianos, ao patamar da melhor literatura universal. O estilo é o de sempre, marcado pela elegância e objetividade de seus romances “Quando os Bandidos ouvem Villa-Lobos” e “A invenção do Crime”. Neste “O Livro de Cada Um”, o leitor é convidado a ler ou ler-se situando-se como um único entre tantos e ao mesmo tempo compartilhando da trajetória de todos – e esse é apenas um dos muitos atrativos dos contos de safra das mais especiais.

O Livro de Cada Um

ISBN 978-85-913420-7-5
Autora: Leida Reis.
Gênero: Contos
101 páginas
18 x 25 centímetros.
R$ 25,00 (frete incluso)